Conselho deve votar cassação de Cunha nesta semana

Adversários e aliados de Cunha disputam votos da deputada Tia Eron (Foto: Reprodução/internet)

Adversários e aliados de Cunha disputam votos da deputada Tia Eron (Foto: Reprodução/internet)

Depois de múltiplos adiantamentos e manobras, deverá ser votado nesta semana, no Conselho de Ética, o relatório do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) que argumenta a favor da cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente afastado da Câmara de Deputados.

Estratégias dos adversários de Cunha adiaram a avaliação do parecer de Marcos Rogério, que estava prevista para acontecer na semana passada. Eles tentaram convencer a deputada Tia Eron (PRB-BA) a apoiar a perda do mandato do peemedebista.

Inicialmente a reunião está marcada para esta terça (14) às 14h30, porém o presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PR-BA), disse que há a possibilidade de transferi-la para quarta (15), pois considerou pequeno o plenário que foi reservado para votação. Disse ainda que fazer a votação em espaço apertado pode representar um “risco” à segurança dos presentes e diz que adiará a reunião se conseguir uma sala maior na quarta.

O voto de Tia Eron será crucial para o resultado final do relatório e por esse motivo tanto aliados de Cunha quanto adversários têm buscado o apoio da deputada. De acordo com os cálculos de adversários do presidente afastado, se ela votar contra o relator, que pede a cassação, o placar deverá ficar em 11 votos a 9 a favor do presidente afastado.

Dessa forma o parecer seria derrubado. Se ela votar com o relator, o placar ficará empatado em 10 a 10, e o voto de minerva caberá ao presidente do conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), que já disse ser a favor da cassação.

Com informações de G1

Deixe uma resposta