Criadores devem vacinar animais contra febre aftosa até 31 de maio

(Foto: Reprodução)

A campanha de vacinação contra a febre aftosa em Pernambuco começou oficialmente na terça-feira (1º) e seguirá até o final do mês. Criadores devem estar atentos para não perder o prazo de imunização e consequentemente serem penalizados.

Segundo a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro), estima-se que pelo menos 90% do rebanho seja imunizado no estado. Cabe ao criador adquirir a vacina nas casas agropecuárias e declarar a vacinação nos escritórios da Adagro.

A declaração da vacinação, poderá ser realizada até o dia 15 de junho, mas os criadores podem comparecer  ao escritório para atualizar o rebanho e declarar  a vacinação com a nota  fiscal da vacina após a imunização do rebanho.

Quem perder o prazo deverá pagar uma multa de R$ 60,00, por animal e mais R$ 300,00 pela propriedade inadimplente. Além disso, o criador será punido também com a proibição de levar a criação para eventos, já que não poderá emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA). O último registro de febre aftosa no estado foi em 1998.

Mais informações podem ser consultadas na sede da Adragro em Petrolina, localizada na Avenida das Nações, próximo ao Cemitério Campo das Flores ou pelo telefone: (87) 3866-6523.

Deixe uma resposta