Cunhadas são presas com 8,3 kg de maconha em Caruaru

(Foto: Divulgação)

Duas mulheres foram presas transportando 8,3 kg de maconha em Caruaru, no Agreste do Estado. O caso foi divulgado pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (21), mas a prisão ocorreu na quinta (20), por volta das 11h. A manicure pernambucana Wyvianny Florêncio de Vasconcelos, de 31 anos, e a cunhada dela, a paulista Martha Silva Santos, de 18 anos, estavam dentro de um veículo de lotação, uma Toyota, quando foram flagradas com nove tabletes da droga.

As duas são moradoras do bairro do Salgado, em Caruaru, e não possuem antecedentes criminais. Elas foram flagradas durante uma operação de fiscalização rotineira contra o tráfico. No posto da Polícia Rodoviária Federal de Caruaru, vários veículos foram parados para revista. Na Toyota estavam as duas mulheres, sem documentos. Os policiais revistaram as bagagens e encontraram a droga.

No interrogatório elas disseram que pegaram a maconha em Santa Cruz do Capibaribe, também no Agreste, para entregar a uma pessoa em Caruaru, mas não disseram o nome dessa pessoa. Elas disseram estar passando por crise financeira e ganhariam R$ 500 pelo serviço.

A polícia também foi à casa de Wyvianny e achou 350g de maconha em um guarda roupas. Além da droga também foi apreendido um aparelho celular. As duas mulheres foram levadas para a Delegacia de Polícia Federal em Caruaru, onde foram autuadas pelo crime de tráfico de entorpecentes.

As presas realizaram Exame de Corpo de Delito no Instituto de Medicina Legal (IML) e foram encaminhadas para a audiência de custódia. Se for confirmada a prisão preventiva, serão conduzidas para o Presídio Feminino onde ficarão à disposição da Justiça Estadual.

Fonte FolhaPE

Deixe uma resposta