Debate na Facape sobre violência contra mulheres é marcado por homenagens a Bruna e Taiane

(Foto: ASCOM)

Os pais de Bruna, que estiveram presentes durante todo o evento, agradeceram o apoio de todos. (Foto: ASCOM)

Estudantes, professores e integrantes de movimentos sociais estiveram reunidos esta semana, no auditório da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), para um debate sobre a violência contra as mulheres no Vale do São Francisco. O evento, organizado pelo Colegiado de Serviço Social da autarquia, foi marcado por homenagens às jovens Bruna de Souza Torres e Taiane de Souza Costa, vítimas de feminicídio em Petrolina no último dia 5.

Organizado pela professora Roseane Rocha e mediado pela docente Ana Cristina, o debate contou com a participação da professora da Universidade de Pernambuco (UPE), Janaína Guimarães, e das representantes da União Brasileira de Mulheres (UBM), Jussara Barbosa e Socorro Lacerda. No início da discussão, foi lida uma carta à sociedade do Vale do São Francisco cobrando mais “diálogos, debates e construção de conhecimento em torno das questões de gênero e raça com vistas à descontruir a cultura machista, racista e homofóbica que se instalou entre nós” (trecho da carta). 

O diretor acadêmico, Antonio Habib, e o diretor administrativo/financeiro da autarquia, Alessandro Brito, ressaltaram a importância de realizar debates e ações para ajudar na construção de uma sociedade melhor e sem violência. “Contamos com o projeto ‘Facape contra a intolerância’, em que já realizamos diversas ações para diminuir essas barreiras que encontramos na sociedade e até dentro do ambiente acadêmico”, frisou Habib.

Após o debate, os participantes do evento e colegas de Bruna – que era discente do 4º período de Ciências Contábeis – fizeram uma homenagem à estudante na Praça Vida Verde, onde ela costumava ficar na Facape. Velas e flores foram deixadas no local. Os pais de Bruna, que estiveram presentes durante todo o evento, agradeceram o apoio de todos.

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta