DEM corteja filiação de Luciano Huck e a viabilidade de uma candidatura à Presidência em 2018

Na quinta-feira passada, após o encontro com Huck, a direção do DEM esteve na casa do prefeito de São Paulo para um jantar a convite de Doria. (Foto: Reprodução)

Lideranças da cúpula do DEM se reuniram com o apresentador Luciano Huck para discutir a possível filiação do global de olho nas eleições de 2018. Entretanto, o apresentador confirmou que participou da reunião, mas negou que tenha discutido sua entrada no partido.

O DEM deverá anunciar em meados do próximo mês a refundação da sigla, com a troca de nome (Mude, Centro ou Centro Democrático são as alternativas) e a apresentação de um novo manifesto. Nesse processo, o partido está em busca de um elenco novo de candidatos para 2018, entre eles, uma candidatura própria para a eleição presidencial. Para disputar uma vaga de deputado federal, um dos novos filiados será Kim Kataguiri, do Movimento Brasil Livre (MBL).

Há quem avalie no DEM que Huck pode vir a ser um “excelente” candidato a vice, caso o partido não tenha candidato próprio. “Mas primeiro precisa convencer o Huck a ser vice”, brincou um dirigente democrata.

Huck confirmou ao GLOBO a reunião com o DEM na semana passada no Rio, mas negou que tenha tratado de filiação com a sigla. “O Luciano segue conversando com todos que queiram trocar ideias de como podem influenciar positivamente o debate eleitoral do ano que vem. Mas, não está filiado e nem discutiu o assunto com ninguém nas últimas semanas”, informou a assessoria de imprensa do apresentador.

Até o momento, não há nada fechado, sobre a filiação de Huck. O prazo de filiações para candidatos no próximo pleito termina em abril.

Com informações da Época

Deixe uma resposta