Do PMDB, Lóssio diz que ausência de mulheres no governo “deve causar estranheza”

Foto:internet

Prefeito de Petrolina, Júlio Lossio, em encontro com Michel Temer/ Foto:internet

O prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio (PMDB), escreveu ao Blog de Jamildo nesta quinta-feira (19) para criticar o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), que reclamou, em entrevista ao blog, dos protestos contra a ausência de mulheres no governo Michel Temer (PMDB), aliado de Lóssio. O prefeito, porém, também acabou alfinetando o presidente interino. Leia o texto do peemedebista:

“A gestão pública não pode ser palco de disputa de gênero na ocupação de espaços. Contudo, qualquer governo deve ser a representação da sociedade que representa. Ao escolher seus apóstolos, Jesus contou apenas com homens. À época era fadado a mulher o cuidado com os filhos e a casa. O mundo mudou e mudou muito.

A mulher assume a cada dia um papel mais relevante na sociedade, em todos os setores, desde os serviços mais triviais à gestão de importantes empresas mundiais. Assim, a presença feminina em qualquer governo é algo extremamente natural. A falta de mulher, sim, é algo que deve causar estranheza, pois não reflete o momento que vivemos. Já se passaram 2016 anos das escolhas por Jesus de seus apóstolos. Se fosse fazer hoje, certamente teria muitas mulheres, e talvez a maioria.

Se é um fato que o governo Dilma, repleto de mulheres, não foi bem, também é um fato que não tivemos mulheres do governo visitando a Papuda ou a carceragem da polícia em Curitiba.

Precisamos ter cuidado em valorizar o processo de delação que ajuda na elucidação e punição de crimes e criminosos. Me preocupa porém transformarmos “delatores” em heróis nacionais.
Não são. São na verdade anti-heróis que devem receber os benefícios da lei por sua contribuição ao processo, Contudo permanecem tão criminosos e culpados quanto os delatados.”

Com informações do Blog de Jamildo

Deixe uma resposta