Em Garanhuns, prefeitura decreta luto oficial depois de desabamento de prédio que matou duas pessoas

(Foto: Anderson Stevens/ Folha de Pernambuco)

A partir desta terça (11) a Prefeitura de Garanhuns, decretou luto oficial de três dias, devido ao desabamento de um prédio residencial que matou duas pessoas, Antonio Arcoverde e Edvaldo Soares.

A vítima Edvaldo Soares, de 66 anos estava no térreo do prédio durante o desmoronamento, ele tinha saído de casa, mas voltou para pegar um documento quando o desabamento aconteceu. A segunda vítima, Antonio Arcoverde era marido da mulher e pai da bebê recém-nascida que foram resgatadas com vida do prédio ainda pela manhã. Genicélia Cardozo e a criança foram levadas para o Hospital Dom Moura, também em Garanhuns. Elas já receberam alta e passam bem. Antonio e Genicélia eram casados desde 2012 e viviam no segundo andar do edifício. A filha do casal havia nascido há 20 dias.

O desabamento aconteceu nesta segunda-feira (10) e o resgate contou com equipes do Bombeiros Militares, Defesa Civil, Samu e secretarias da Prefeitura municipal. O grupo trabalhou por 13 horas até encontrar as vítimas.

“Agora, o governo municipal trabalhará todo o trâmite burocrático sobre a construção”, divulgou a gestão, por nota. Durante o período de luto, a bandeira do município ficará hasteada a meio mastro.

Com informações do FolhaPE

Deixe uma resposta