Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Em Petrolina, Manuela D’Ávila reafirma pré-candidatura à Presidência da República

Pré-candidata esteve em Petrolina nessa manhã (Foto: Blog Waldiney Passos)

A pré-candidata à Presidência da República pelo PC do B, Manuela D’Ávila visitou Petrolina na manhã desse domingo (10) e conversou com a imprensa no Petrolina Palace. Antes de seguir para um ato democrático na vizinha Juazeiro, Manuela afirmou que continua pré-candidata e que as decisões do PT não interferem na sua caminhada.

LEIA TAMBÉM:

Em documento, PT nacional aconselha aliança com PSB e lima candidatura de Marília Arraes

Isso porque, conforme o Blog Waldiney Passos publicou mais cedo, o Partido dos Trabalhadores aconselhou a formação de alianças com partidos de esquerda, entre eles o PC do B. Na visão da pré-candidata, o gesto representa um sinal de união, mas sem interferir na sua decisão de concorrer ao cargo mais importante do país.

“Eu soube que a resolução faz menção a necessidade de unidade e isso nos alegra. Porque desde novembro quando nós lançamos a minha pré-candidatura, nós sempre afirmamos que essa candidatura está serviço ao projeto de desenvolvimento do Brasil e nós temos a necessidade de vencer as eleições para devolver o Brasil aos brasileiros. E para nós a melhor forma de vencer as eleições é a mais óbvia: a construção de unidade dos setores, tanto da esquerda quanto da direita. A minha candidatura fica como está, primeiro porque eu não sou do PT, as resoluções deles não impactam na minha vida de militante”, afirmou.

Aproximação

Mesmo com o posicionamento firme, Manuela fez um gesto de aproximação com os demais pré-candidatos da esquerda, deixando claro que há sim a possibilidade de uma aliança, caso o projeto seja realmente para mudar o país. “Se somos nós o óbice, se os outros três têm capacidade de dialogar e chegar a uma saída conjunta para o Brasil, que apresente um projeto nacional, está feito. [O gesto de aproximação] está feito e ele é feito de forma legítima, como parece que isso não acontecerá [o projeto nacional com os partidos], nós manteremos minha pré-candidatura”, pontuou.

Acompanhada do prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim e do ex-prefeito Isaac Carvalho, ambos do PC do B, Manuela D’Ávila participou de um ato público que contou com a participação de pré-candidatos do partido em Pernambuco e na Bahia.

Deixe uma resposta