Em sessão marcada por polêmicas, oposição se abstém de votar Moção de Aplauso a senador Fernando Bezerra

Sessão foi marcada por embates entre bancadas (Foto: Blog Waldiney Passos)

A sessão de quinta-feira (21) na Câmara de Vereadores de Petrolina foi marcada por embates. Não bastasse a a rejeição do Requerimento que solicitava uma audiência pública para discutir a municipalização do saneamento básico e a colocação de projeto de lei do Executivo colocado de última hora em votação, as bancadas se dividiram quanto à aprovação de uma Moção de Aplauso ao senador Fernando Bezerra Coelho (MDB).

O político petrolinense foi eleito pelo governo Jair Bolsonaro (PSL) como líder no Senado. Autor da proposta, Ruy Wanderley (PSC) que já foi líder da bancada governista na gestão de Miguel Coelho (PSB), a nomeação de Fernando Bezerra é motivo de orgulho.

“Sua indicação como líder do governo Jair Bolsonaro no Senado, isso fortalece Pernambuco, fortalece Petrolina termos no Senado um político de Petrolina. Para nós é uma honra muito grande termos Fernando Bezerra como líder do Senado”, justificou Ruy.

Abstenção

Contudo, a oposição optou por não se manifestar favorável ou contrária ao pedido do colega. Líder da bancada, Paulo Valgueiro anunciou a decisão do grupo antes da votação. “Que fique registrado: a bancada de Oposição se reuniu e a gente vai se abster da votação do Requerimento n°30”, justificou.

Em seguida o presidente da Câmara, Osório Siqueira (PSB) iniciou a votação que terminou com 16 votos favoráveis a Moção e as cinco abstenções da oposição. O vereador Gabriel Menezes (PSL) não estava na sessão, mas havia previamente anunciado sua ausência.

Deixe uma resposta