Escola de Salgueiro, vence final do futebol dos JEPs e faz história na Arena Pernambuco

Jogadores de Salgueiro

As equipes da Escola Pena Filho, de Salgueiro, e da Escola Professor Jaime Coelho, de Buenos Aires, pensavam que estavam prontas para jogar a final dos Jogos Escolares de Pernambuco (JEPs), nesta sexta-feira (11), na Arena Pernambuco. Dentro de campo, sim. Fora dele, um misto de nervosismo, apreensão, medo e ansiedade. Era a realização de um sonho. ‘Profissionais’ por um dia. Ali, o resultado importava, mas entrar para a história como a primeira final de uma competição escolar disputada em um estádio de Copa do Mundo parecia ser muito mais importante.

Na entrada do campo, protocolo de competições oficiais. Bandeira de Pernambuco na frente, arbitragem comandada pelo ex-árbitro Fifa Wilson Souza logo em seguida e as equipes enfileiradas, logo atrás. Antes de entrar no campo, como se fosse protocolar, pé direito na frente, toque no gramado e sinal da cruz. Não era apenas um pedido para que o jogo ocorresse bem e que ninguém se machucasse. Era o clamor para que aquele jogo não acabasse. Eles queriam viver aquele sonho para sempre.

“Que… que… quero que tudo ocorra bem. No… nossa equipe vem de boas vitórias e queremos ser campeões”. “Está nervoso?”. “Muito. Não quero perder. Estou com medo de perder. Mas vamos para cima deles para conquistar o título aqui na Arena”. Foi assim que o atacante da Escola Carlos Pena Filho, Emerson Teles, respondeu à reportagem. Nervoso, andando de um lado para o outro, mas pronto para fazer história na Arena.

E parece que o destino tinha reservado algo realmente especial para Teles. Foi dele o gol da vitória da equipe salgueirense diante da Professor Jaime Coelho. Um gol bonito, com pinta de artilheiro, ainda na primeira etapa. E por pouco ele não marcou o segundo, na etapa final. O goleiro adversário defendeu. “Ainda tentei, mas o importante foi o gol. Agora quero comemorar este dia histórico”, falou, ao final do jogo.

No final do jogo, pódio para os dois finalistas. O secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, realizou a entrega das medalhas e dos troféus e comemorou muito com os dois times.

Com a final do futebol, os Jogos Escolares de Pernambuco chegam ao fim em 2015. Foram oito meses de disputa, mais de 60 mil participantes, de aproximadamente 1.000 escolas, de 180 municípios, disputando 17 modalidades, sendo elas futebol de campo, futebol 7 (soçaite), futsal, vôlei, handebol, basquete, atletismo, tênis de mesa, badminton, ciclismo, natação, luta olímpica, ginástica rítmica, vôlei de praia, judô, xadrez e surfe, que foi inserido neste ano.

Deixe uma resposta