Escolas municipais de Orocó seguem sem aulas e professores fazem manifestação pelas ruas da cidade

(Foto: Reprodução/WhatsApp)

Os professores da rede municipal de ensino de Orocó (PE) estão em greve desde o último dia 10 de fevereiro. A classe reivindica a reversão da medida tomada pela gestão municipal, que resultou no rebaixamento total dos salários dos servidores oriundos do último concurso públicos, além do reajuste das tabelas de vencimentos para o ano de 2020.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Orocó (SINTEO), a prefeitura foi procurada várias vezes, mas não deu nenhuma resposta favorável às reivindicações da categoria. Ainda segundo o Sindicato, a greve continuará, até que o município atenda as demandas dos professores municipais.

“Pedimos a compreensão e o apoio dos nossos alunos, pais e população orocoense. Na hora que o gestor público cumprir com sua parte, nós retornaremos aos campos de trabalho, porque é lá que queremos está. Realizando nosso trabalho com alegria e dignidade tendo a certeza de que nossos direitos serão respeitados e aplicados no dia a dia da nossa profissão!”, disse a presidente do SINTEO, Maria Luzimar.

O Blog Waldiney Passos não conseguiu contato com a prefeitura de Orocó. Reiteramos que o espaço está aberto, caso a gestão municipal queira se pronunciar sobre o assunto.

Deixe uma resposta