“Estou disponível para o partido. Para Petrolina. Para o que for melhor para as pessoas”, afirma Lúcia Giesta

Pré candidata fez balanço de conquistas da gestão Lossio e afirma estar preparada  para a missão que for designada no processo eleitoral deste ano/Foto: Blog

Pré candidata fez balanço de conquistas da gestão Lossio e afirma estar preparada para a missão que for designada no processo eleitoral deste ano/Foto: Blog

A ex secretária de Saúde de Petrolina e agora pré-candidata ao processo eleitoral de 2016 visitou nosso Blog há pouco. Durante cerca de uma hora, numa conversa franca, Lúcia Giesta (PMDB) fez um balanço do período em que esteve à frente da secretaria de Saúde, sobre as conquistas e desafios. Lembrou do período em que passou a integrar a equipe do prefeito Julio Lossio (PMDB), à época, como coordenadora de Saúde Bucal. “Encontramos uma situação bem difícil, mas aos poucos, e com muito trabalho, fomos estruturando e pudemos melhorar o serviço oferecido para a população. No final de 2009, o prefeito me chamou para uma conversa e deu a missão de assumir a Secretaria. Estudei muito, fiz contatos em Brasília e no Recife, fui ver locais com experiências exitosas, para que a gente pudesse dar um salto na saúde pública local”, pontuou.

Sobre o novo desafio, agora na área política, Lúcia não desconversa e assume que está à disposição para trabalhar em cima do projeto de grupo. A pré-candidata afirma manter uma boa relação com todos os outros ex secretários municipais e, também,  postulantes do grupo ao cargo máximo do Executivo Municipal.  “Olha, tenho respeito por todos e o clima é o de trabalhar para fazermos a sucessão. É um desejo de todos nós. Particularmente tenho participado de entrevistas, visitado famílias, conversado com as pessoas. Ouvindo sentimento das comunidades sobre a gestão, sobre o que foi construído e o que desejam para os próximos anos. Tudo isso feito com muita cautela. Os pré-candidatos não devem fazer propaganda e nem projeto, porque isso é prerrogativa do candidato ou candidata que seja escolhido. É um respeito às leis”. E arremata “Estou aqui disponível para o partido, para Petrolina. Para o que for melhor, estou como pré-candidata. Ao que for melhor para todos”.

Outros detalhes da entrevista você acompanha nesta quarta (18) em postagens no nosso Blog.

Deixe uma resposta