Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Filho de Maria do Carmo faz apelo a vereadores e autoridades para ajudar nas buscas pela mãe desaparecida

Wallace relatou angústia da família (Foto: Jean Brito)

No dia 23 de março de 2019 Maria do Carmo Oliveira, de 59 anos desapareceu em Petrolina. Ela residia no Residencial Vila Verde, bairro Antônio Cassimiro. Há 40 dias sua família não tem respostas a respeito do seu paradeiro, mesmo com a repercussão do caso na região.

Na sessão de ontem (30), na Câmara de Vereadores de Petrolina, Wallace Nilson Oliveira Gomes, filho de dona Maria foi convidado à Casa Plínio Amorim pela vereadora Cristina Costa (PT) para fazer um apelo público às autoridades competentes.

“Minha mãe desapareceu, nós já tínhamos dado em mídia o desaparecimento dela no dia 23 de março e hoje faz 39 dias. Nós não temos nenhuma resposta, nenhuma pista. A gente vem pedir o apoio da mídia, dos vereadores que se fazem presente para que nós possamos juntos achar uma resposta para o que tenha acontecido”, destacou.

Contato: (87) 99817-1426

Suposto sequestro

“No dia 25 de março à noite eu tinha recebido uma ligação de uma suposta pessoa que tinha ligado do telefone dela pedindo R$ 20 mil para poder devolver ela, essa informação a gente queria ficar só com a família. Mas até agora nós não sabemos, essa pessoa que havia ligado pediu sete dias e depois não ligaram mais. A gente ficou sem saber o que está acontecendo, a Polícia Civil está investigando e há uma demora que torna ainda mais angustiante”, afirmou Wallace.

Família mantém esperança

Apesar da demora em obter respostas, Wallace afirma que a família se mantém esperançosa em encontrar dona Maria com vida. “A divulgação não é só em Petrolina, é nas cidades da região e até agora sem uma resposta é até difícil de encontrar com vida. Se houver um sequestro, também há essa possibilidade. Nós cremos que podemos encontrar ela com vida, eu tenho a fé de encontrar ela com vida”, ressaltou Wallace.

De acordo com Costa, a Câmara está ofertando apoio jurídico a família e acompanha de perto o caso. “Ela não deixou de existir, pode ter certeza de que não há crime perfeito. A fé é importante e posso dizer, qualquer resposta nós vamos estar lá junto para esclarecer”, disse a vereadora.

Deixe uma resposta