Funcionários e colaboradores da UPAE/IMIP de Petrolina consideram a instituição um bom local para o trabalho; Veja como deixa currículo

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Não são apenas os usuários que reconhecem o padrão de qualidade da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP), seus funcionários e colaboradores também consideram a instituição como um bom lugar para o trabalho.

Isso pode ser constatado em todos os setores da unidade de saúde, que abrange a urgência e emergência e o serviço de especialidades (ambulatório, cirurgias e exames). “Nas conversas informais a gente percebe que as pessoas têm um sentimento de pertencimento grande com a UPAE. Sabem a importância do IMIP, que gere a unidade, e se sentem orgulhosos de fazer parte de um órgão público de saúde que funciona e presta um serviço importante à população”, acredita a ouvidora Síngryd Lima.

A história que a UPAE vem construindo em 4 anos de funcionamento (completados agora em julho) agrega à história de vida e crescimento profissional de muitos dos seus funcionários. Trabalhando com o tripé da assistência, ensino e pesquisa, a Unidade reconhece e valoriza o seu quadro funcional, favorecendo e proporcionando a formação em serviço e a qualificação.

Um bom exemplo é o caso de José Maria Nunes, que entrou na unidade logo que a mesma foi inaugurada. “Zé Maria”, como é conhecido, passou mais de 3 anos no cargo de motorista e há dois meses ocupa a função de técnico em radiologia.

“Passei pelo processo seletivo em 2013, comecei a trabalhar como motorista e aqui dentro me interessei pela área de saúde. Comecei a fazer o curso técnico em radiologia, e assim que surgiu a oportunidade de seleção participei novamente e consegui a vaga. Já fiz o curso com o intuito de continuar trabalhando na UPAE, por considerar a Unidade um excelente lugar”, revela.

O assistente administrativo III, Marcílio Queiroz, que faz parte do setor de manutenção também conta sua história e fala da maneira que a UPAE contribuiu com a sua vida pessoal. “Esse foi o meu  primeiro emprego aos 19 anos. Foi uma oportunidade excelente. Estou aqui desde o começo e nesse tempo já constituí família e comecei o curso técnico em administração. Acredito que aqui a gente pode crescer e estou buscando isso”, conta otimista.

Para a coordenadora geral, Ana Beatriz Mota Aguiar, esse reconhecimento é tão importante quanto o do usuário. “Nós fazemos uma UPAE para todos e que bom que esse trabalho é reconhecido. Se a Unidade funciona é porque conta com o apoio e a dedicação de todo esse pessoal. Nós somos muito gratos a todos”, reconhece.

Aproveitando a oportunidade, a coordenação ratifica que o único meio de admissão funcional é através do processo seletivo realizado periodicamente pelo IMIP.

Cadastro de currículos podem ser feitos pelo site http://www1.imip.org.br/imip/contato/index.html. “Não recebemos currículos na Unidade, nem utilizamos instituições terceirizadas para realizar seleção. Tudo é feito pelo IMIP, com a inscrição pelo site”, ratifica Ana Beatriz.

Deixe uma resposta