Furacão Matthew ameaça EUA após causar 300 mortes no Haiti

Moradores da Flórida foram (Foto: Internet)

Moradores da Flórida foram convocados a saírem de suas casas. (Foto: Internet)

Ao menos dois milhões de americanos foram convocados a abandonar o litoral atlântico e o Estado da Flórida decretou emergência diante da chegada do furacão Matthew, que deixou 300 mortos no Haiti. Na quinta-feira (6), Matthew havia atingido a categoria 4, com impactos potencialmente desastrosos, mas perdeu intensidade durante a madrugada de hoje e voltou à categoria 3 na escala Saffir-Simpson (até 5).

O rebaixamento correu porque a velocidade dos ventos máximos do furacão caiu de 210 para 195 km/h. Por volta das 2h (hora local), o olho de Matthew estava a 70 quilômetros de Vero Beach e a 125 quilômetros do sudeste de Cabo Canaveral, o ponto provável onde tocará na terra nas próximas horas.

O condado de Volusia, na costa da Flórida, e a cidade de Daytona Beach decretaram o toque de recolher a partir das 4h locais (h de Brasília), informou o corpo de bombeiros. A medida – de caráter obrigatório – estará em vigor até sábado (8) às 11h (8h), destacou a corporação no Twitter.

Em declaração à rede CNN, o prefeito de Fort Lauderdale, Jack Seiler, chamou o furacão Matthew de “uma incrível tempestade, incrível. É apenas imenso em tamanho e escala. Eu estou aqui desde 1960 e nunca vi nada parecido com isso”.

Deixe uma resposta