Futuro incerto para a prefeitura de Trindade (PE), em 2017

(Foto: Matinho Filho )

O prefeito reeleito Everton Costa (PSB) e o vice-prefeito, também reeleito Jaécio Sá (PSD) de Trindade (PE) tiveram os diplomas cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco e inelegíveis por oito anos.

A dupla ainda pode recorrer da decisão, que foi tomada em primeira estância pela juíza eleitoral Fernanda Vieira Medeiros, da 133ª Zona Eleitoral. Eles são acusados de abuso de poder econômico e político, utilização de propaganda institucional de forma irregular, além de arrecadação irregular de dinheiro.

Segundo informações da assessoria, até o momento eles não foram informados da decisão judicial.

 

Deixe uma resposta