Governador de Pernambuco investe 290 milhões na criação do BOPE

(Foto: Thays Estarque/G1)

Nesta terça-feira (6) o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), assinou, um decreto para a criação do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O efetivo contará com 300 homens.

“Ele vai atuar em todo o estado de Pernambuco em eventos graves formados por grupos criminosos organizados. Será uma tropa qualificada, de alto nível. Você vai ter pessoal especializado em gerência de crise, para atuar como interlocutor em caso de sequestro, de tomada de reféns. O Bope também vai integrar o grupo de ação contra assaltos a bancos no estado”, pontuou o secretário de Defesa Social, Angelo Gioia.

Ainda segundo o secretário, o treinamento será feito no próprio estado. O armamento e munição usados pelos policiais serão importados e, há ainda, a aquisição de dois helicópteros para o batalhão. Ao todo, serão gastos cerca de R$ 290 milhões para a compra desse armamento e equipamentos.

Dos 300 homens que serão empregados, 100 já foram selecionados. Eles atuam na Companhia Independente de Operações Especiais (Cioe), que trocará de nome, receberá um treinamento especial e passará a se chamar Bope. A gratificação repassada também será diferenciada dos demais batalhões da Polícia Militar. Todavia, o secretário preferiu não tratar, por hora, dos valores.

Fonte G1

Deixe uma resposta