Homem que confessou ter matado criança em Petrolina passará por audiência de custódia

Corpo de Mariana foi encontrado em matagal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

O homem que confessou ter matado Marina Souza Santos, de apenas 11 anos, passará por audiência de custódia nessa terça-feira (13). Ele foi preso na tarde de ontem (12), no bairro Terras do Sul, após a Polícia Militar receber denúncias sobre sua localização.

O suspeito é irmão do padrasto de Mariana. Ele foi a última pessoa a ser visto com a garota, que estava desaparecida desde o domingo (11). O corpo de Mariana foi encontrado em um matagal próximo à Rodovia Transnordestina, no feriado.

LEIA TAMBÉM

Barbaridade: Menina de 11 anos é raptada, estuprada e morta em Petrolina no dia da criança

O delegado Gabriel Sapucaia forneceu mais informações sobre o crime à Rádio Jornal Petrolina. “O suspeito confessou que saiu com a menina e que a estuprou e matou no matagal, nas proximidades do Residencial [Monsenhor] Bernardino e, posteriormente, com o intuito de esconder a autoria desse crime e veio a ceifar a vida da pobre criança de apenas 11 anos de idade”, disse.

Crimes

O tio – que não teve sua identidade informada – responderá pelos crimes de estupro e homicídio qualificado. “O autuado foi preso em flagrante pelos crimes de estupro e de homicídio em suas formas qualificadas. Será apresentado hoje em audiência de custódia”, destacou o delegado à Rádio Jornal Petrolina.

Deixe uma resposta