Jornalista morre com suspeita de meningite severa em Teresina-PI

O jornalista Egídio Brito, repórter da Rede Meio Norte, teve morte cerebral. Ele estava internado no Hospital  Unimed, no bairro Primavera, na zona Norte de Teresina.

A assessoria do Hospital Unimed informou que foram iniciados os protocolos médicos, onde o jornalista passa por exames que vão atestar se realmente não existe mais qualquer atividade cerebral.

Segundo nota, Egídio Brito continua internado na UTI. O quadro é de morte cerebral e os médicos continuam com os protocolos e em contato direto com a família.

Ele deu entrada no hospital na manhã de sexta-feira, após apresentar um quadro de vômito, fortes dores no punho e com uma parte do corpo paralisado. A suspeita é de um diagnóstico de meningite severa que comprometeu a maior parte do cérebro.

Carreira

Egídio Brito  começou sua carreira como jornalista na Rede Meio Norte como produtor do programa de variedades do  apresentador Ieldyson Vasconcelos, o “Sabadão”,  e depois trabalhou nas emissoras de TV Cidade Verde,  Antena Dez e TV Clube.

Egídio Brito  nasceu em Teresina e  se formou em Jornalismo na Faculdade  Santo Agostinho.

Deixe uma resposta