José e Maria: na próxima Operação Lei Seca, bairro deve ter fiscalização intensificada

Supervisor da Operação Lei Seca, major Reginaldo disse que uma nova ação já está marcada e mais equipes atuarão em Petrolina

Supervisor da Operação Lei Seca, major Reginaldo disse que uma nova ação já está marcada e mais equipes atuarão em Petrolina

Isso porque na atuação dos órgãos envolvidos na Operação, que ocorreu em Petrolina na última semana, somente no José e Maria, na zona leste da cidade, em um único ponto de blitz, dez registros de alcoolemia foram realizados. “Sem dúvida, é um quadro que nos deixa apreensivo e com um olhar mais específico para a próxima operação. É um local que merece atenção redobrada. Com toda campanha que se faz, ainda observamos a insistência de muitos em conduzirem após ingerir bebidas alcoólicas, colocando em risco não somente suas vidas, como a de outras pessoas, que se tornam mais suscetíveis a acidentes”, avalia o supervisor da Operação Lei Seca, major Reginaldo Pereira.

De acordo com o oficial, a operação em Petrolina – entre os últimos dias 13 e 17 – ocorreu dentro do previsto e a próxima edição deverá contar com mais reforço de equipes. “Percebemos que, mesmo com toda a divulgação via imprensa, ainda nos deparamos com situações como condutores sem capacete, falta de documentos obrigatórios como CRLV e habilitação, pessoas que compraram veículos de terceiros e rodam sem o documento de comprovação de propriedade. Já marcamos uma nova operação, serão três equipes só para Petrolina”, pontua.

Ao todo, as equipes da Operação Lei Seca abordaram em Petrolina e Afrânio, 684 veículos (carros, motos, ônibus), sendo que, destes, 19 foram rebocados. Ainda no balanço da Operação, 37 carteiras foram recolhidas e 177 multas foram aplicadas. “Reafirmamos nosso compromisso de salvar vidas, diminuir os atendimentos nos hospitais decorrentes de acidentes de trânsito, oferecer uma melhor qualidade de vida não somente para o cidadão de Petrolina, bem como todas as cidades que estão neste entorno”, enfatiza o major.

Sobre a Operação – A Operação Lei Seca tem como principal objetivo conscientizar os condutores sobre a importância da postura adequada no trânsito. A iniciativa é motivada, sobretudo, pelos índices alarmantes de acidentes registrados na região, sobretudo, envolvendo motociclistas. Órgãos como Polícia Militar, Detran, Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e demais que integram o Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Moto (CRPAM) atuam de maneira integrada.

Deixe uma resposta