Juazeiro promete inaugurar Praça da Juventude até junho

Praça da Juventude 1

Enquanto a Praça da Juventude Petrolina (PE) está com obras paralisadas e sem prazo para conclusão, do outro lado do Rio São Francisco a Prefeitura de Juazeiro (BA), diz que a obra da Praça da Juventude está em ritmo acelerado.  A obra na cidade baiana está orçada em pouco mais de 1 milhão e 652 mil reais verba federal e conta com a contrapartida de R$ 260 mil do município.

 Construída em uma área de mais de 7 mil metros quadrados, a praça conta com Quadra poliesportiva coberta, pistas para saltos triplo e a distância, e para caminhadas, quadra de vôlei de praia, área de exercícios e alongamento, campo de futebol society, pista para skate, teatro de arena com palco, centro de convivência com salas para ginástica, terceira idade, administração, reuniões, sanitários e outros, quiosque de alimentação, vestiários/sanitários e arquibancadas.

“Estamos hoje concretando o piso da quadra coberta e com isso finalizando toda a parte estrutural, o que representa 75% da obra. Até junho finalizamos tudo”, explica o engenheiro da empresa responsável pela obra (Construtora Carajás), Carlos Valadares, acrescentando que nos próximos dias começam os serviços de acabamento, com a implantação dos alambrados, pintura e finalização dos vestiários e área de convivência.

 De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Jorge Barboza, os atrasos na conclusão da obra foram originados a partir da incapacidade das duas primeiras empresas vencedoras do processo licitatório, em concluir a obra, fato que implicou em um novo processo de licitação.

“Como tivemos problemas com as duas empresas vencedoras da licitação, tivemos que fazer um novo processo licitatório o que gerou atraso no cronograma, em 2014 uma nova empresa assumiu e logo em seguida tivemos atraso de mais de seis meses no repasse do Ministério. A empresa manteve a obra, só que em ritmo mais lento, e hoje com a normalização do repasse a obra está em um ritmo mais acelerado e aproxima-se da conclusão”, declarou o secretário.

Deixe uma resposta