Juazeiro sobe no ranking do índice de avaliação da gestão fiscal dos municípios brasileiros

O índice é construído a partir dos resultados fiscais das próprias prefeituras (Foto: ASCOM)

A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN), que avalia a gestão fiscal dos municípios brasileiros (IFGF), divulgou o seu índice referente ao ano de 2016. Juazeiro subiu 16 posições no estado da Bahia, pulando da 43ª para a 27ª colocação.

O índice é construído a partir dos resultados fiscais das próprias prefeituras, ou seja: informações de declaração obrigatória e disponibilizadas anualmente pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN).

“Quando assumimos a Prefeitura em 2009 encontramos um município endividado e sem capacidade de novos investimentos. Tivemos que arrumar a casa, equacionar dívidas e fazer os ajustes necessários para que Juazeiro pudesse sair da estagnação e acelerar o ritmo de crescimento que se mantém na gestão do prefeito Paulo Bomfim com positivos indicadores econômicos, sociais e fiscais”, explicou ex-prefeito Isaac Carvalho, que atualmente ocupa a pasta de Planejamento e Parcerias Estratégicas.

Deixe uma resposta