Julio Lossio recorre a MP para resolver controvérsias no processo de transição de governo

O processo de transição tem natureza institucional e assim deve ser tratado em todos os seus aspectos, pontuou Lossio (Foto: Arquivo)

O processo de transição de governo em Petrolina não tem ocorrido  de um modo amistoso, e por conta desta situação conflituosa que foi instalada o prefeito Julio Lossio optou por recorrer ao Ministério Público de Pernambuco para que intervenha no caso e assim sejam resolvidos os pontos controvertidos.

De acordo com as informações  da assessoria do governo Lossio, nesta quarta-feira tivera sido agendada uma reunião das comissões com gestores da Agência Municipal do Empreendedor – AGE e da Vale Digital, porém, os representantes de Miguel Coelho não compareceram, porque pretendiam a realização do evento em sua sede, disponibilizada pela iniciativa privada.

Segundo Lossio, o processo de transição tem natureza institucional e assim deve ser tratado em todos os seus aspectos, afirmando que a Prefeitura destinou um espaço público especialmente para esse fim, na Secretaria de Saúde, e que não é recomendável utilizar locais estranhos à atividade pública. Lembrou que a Lei Complementar nº 260/2014 impõe ao governo municipal em exercício a garantia da infraestrutura necessária para a realização dos trabalhos da comissão de transição.

Reafirmando o interesse no processo de transição do seu governo, Lossio informou que os gestores municipais estão à disposição para prestar informações e esclarecimentos sobre cada um dos órgãos da Prefeitura, e que deve ser utilizado o espaço público designado para esse fim, ou mesmo nas próprias sedes dessas unidades.

Julio Lossio acredita que a intervenção do Ministério Público trará a tranquilidade necessária à conclusão deste processo, que deve transcorrer de forma civilizada, pacífica, proveitosa e pautada na legislação de regência.

 

Deixe uma resposta