Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Leptospirose já matou 13 em Pernambuco este ano

(Foto: Internet)

Pelo segundo ano consecutivo, Pernambuco registra um número elevado de casos e mortes por leptospirose, doença transmitida pela urina de ratos contaminados. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, já são 464 casos suspeitos contabilizados entre janeiro e 18 de agosto – média de dois por dia. Também foram confirmadas 13 mortes.

Os números se assemelham muito aos de 2016 para o mesmo período, quando foram notificados 496 casos e 14 óbitos. Em todo o ano passado foram registrados 595 suspeitas, 160 confirmações e 19 mortes.

O coordenador estadual de zoonoses da SES, Francisco Duarte, destacou que a leptospirose é endêmica no Recife e RMR, muito por conta das condições ambientais e geográficas. “Como a região está abaixo do nível do mar, quando chove há muitos alagamentos e os ratos saem das tocas no desespero e já saem urinando”, comentou.

Ele acredita que a maior intensidade de chuvas e consequentes alagamentos registrados durante o primeiro semestre deste ano contribuíram para o alto índice de adoecimento da população, sem falar na inadequada higienização corporal de quem teve contato com água de inundações ou dos utensílios atingidos pelas cheias. “Mas não podemos esquecer que a leptospirose é multifatorial e outras questões estão relacionadas ao saneamento e limpeza pública”, afirmou.

Fonte FolhaPE

Deixe uma resposta