Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Leucemia é o câncer mais comum em crianças; alerta Hospital Dom Malan durante o “Fevereiro Laranja”

No mês de alerta para a Leucemia, conhecido como “Fevereiro Laranja”, o Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina (PE) lembra que esse é o tipo de câncer mais comum em crianças, chegando a doença a ser conhecida como Leucemia Infantil.

Cerca de 12 mil novos casos de câncer infantil são registrados no Brasil a cada ano, segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (Inca). No mundo, 3% do total de casos de neoplasias malignas acometem jovens de 0 a 15 anos e a maioria deles acontece na primeira infância.

A boa notícia é que a taxa média de cura do câncer pediátrico no Brasil é de cerca de 80% – alguns tipos da doença chegam a ter índices ainda mais elevados. No entanto, para obter esses números, é essencial que o diagnóstico seja feito precocemente, com um tratamento realizado em centros especializados.

Para facilitar esse diagnóstico é preciso que os pais e equipes de saúde estejam atentos aos sintomas e sinais que, geralmente, se confundem com outros males na infância e não desaparecem uma semana após a visita ao pediatra. Podem ser sintomas da Leucemia: febre acima de 38º; dor nos ossos ou articulações; manchas roxas ou pontinhos vermelhos na pele; cansaço frequente e perda de peso sem razão aparente; ínguas no pescoço, axilas ou virilha; infecções frequentes, como candidíase ou infecção urinária.

Após o diagnóstico da doença, o médico discute com a família as opções de tratamento. O fator mais importante nessa escolha é o tipo de leucemia, mas outros também desempenham papel importante. O principal tratamento para a leucemia em crianças é a quimioterapia.

Para algumas crianças com leucemias de alto risco, a quimioterapia em altas doses pode ser administrada junto com o transplante de medula óssea. Outros tipos de tratamentos, como terapia alvo, cirurgia e radioterapia são utilizados em circunstâncias especiais. Quanto o tratamento termina, os médicos acompanham de perto a criança por alguns anos.

Em Petrolina a APAMI é a referência na assistência à saúde dos pacientes com câncer, e o Hospital Dom Malan/IMIP a referência hospitalar para mulheres e crianças em tratamento de alguns tipos de câncer. Informe-se. APAMI (87) 3862-8650/8654. HDM/IMIP (87) 3202-7000.

Deixe uma resposta