Lucas Ramos afirma ser urgente saída de socialistas da base de governo Temer e pede eleições diretas

(Foto: ASCOM)

O deputado estadual e vice-líder do Governo Paulo Câmara, Lucas Ramos (PSB), afirmou, em pronunciamento feito na sua página do Facebook, que o Partido Socialista Brasileiro “não pode fazer parte de um governo que está fadado ao fracasso”, referindo-se ao Governo do Presidente Michel Temer, e disse ser “urgente a saída dos socialistas da base do governo Michel Temer para que o PSB faça jus à sua história”.

O parlamentar defendeu, ainda, “uma posição de independência do partido em relação a Temer”, já que o Governo Federal tem optado por medidas impopulares e ignorado as vozes da sociedade, afastando a possibilidade de recuperação do otimismo político e econômico do país. Ao finalizar o seu discurso, Lucas foi enfático: “É preciso dar um passo à frente! Por novas eleições diretas para presidente!”.

Confira o texto

O Brasil não pode esperar mais. O PSB tem compromisso com o país e não pode fazer parte de um governo que está fadado ao fracasso. As medidas impopulares tomadas pelo presidente Michel Temer ignoram as vozes da sociedade e afastam qualquer possibilidade de recuperação do otimismo político e econômico.

Hoje discursei na Assembleia Legislativa de Pernambuco para defender uma posição de independência do Partido Socialista Brasileiro em relação a Temer. Esta posição já é defendida pelo diretório estadual do partido no Rio Grande do Sul e possui o respaldo de grandes socialistas. Inspirado nas ideias e posições de Miguel Arraes, quero me somar a este grupo que pede um Brasil decente, honesto, limpo e que trabalhe para quem mais precisa.

É preciso dar um passo à frente! Por novas eleições diretas para presidente!

Deixe uma resposta