Mais uma etapa do Programa ‘Palmas Para Juazeiro’ é lançada na zona rural do município

O objetivo do programa é  incentivar a implantação de unidades de palmas forrageiras na zona rural do município, em localidades que tenham o mínimo de água possível/ Foto: ASCOM

O objetivo do programa é incentivar a implantação de unidades de palmas forrageiras na zona rural do município, em localidades que tenham o mínimo de água possível/ Foto: ASCOM

 A secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA) de Juazeiro dá passos largos para incrementar mais uma etapa do programa ‘Palmas Para Juazeiro’, que consiste em incentivar a implantação de unidades de palmas forrageiras na zona rural do município, em localidades que tenham o mínimo de água possível.

Serão implantadas 15 unidades em áreas de 30mX40m, nos distritos de Carnaíba do Sertão (2), Massaroca (2), Abóbora (1), Juremal (1), Pinhões (4), Itamotinga (2), Maniçoba (1) e Junco (2). “O município ao lançar o programa se inseriu no cenário nacional como exemplo de gestão e desenvolvimento rural para todo semiárido nordestino, mostrando o caminho de como transformar a vida do produtor rural, com garantia de suporte forrageiro e novas perspectivas para o sertanejo”, destaca o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Cerqueira.

 A unidade consiste em uma área destinada à produção vegetal e distribuição de material genético de qualidade comprovada, a fim de atender produtores rurais a implantarem em suas propriedades novos campos de palma, resistentes à Cochonilha do Carmim e dentro da metodologia preconizada de palma adensada, com plantio no espaçamento de – 2m x 0,1m – e irrigação por gotejamento.

 “Vale destacar que cada uma das unidades implantadas desempenhará o papel de multiplicadora de mudas e assim disseminará dentro da comunidade a distribuição da palma para outros produtores, em um determinado espaço de tempo”, afirma o secretário.

No último fim de semana o plantio foi realizado na comunidade de Laginha, distrito de Carnaíba do Sertão.  Os produtores receberam orientações sobre o cultivo e manejo da palma, cultivada na área que servirá de sementeira para a associação da localidade. “O programa ajudará os produtores rurais a se prepararem para as secas, com uma alimentação de alta qualidade e alta produtividade para os rebanhos, estruturando assim toda cadeia”, explica o veterinário Rafael Sene, técnico responsável pelo programa.

 O segundo plantio foi realizado na comunidade de Lagoa do Boi, distrito de Pinhões. A unidade foi implantada na propriedade do produtor rural Thiago. Na ocasião foram disponibilizadas mudas de palma para os integrantes da Cooperativa da Agropecuária Familiar de Juazeiro e Região (COOAFJUR).

Com informações da ASCOM

Deixe uma resposta