Marília Arraes não desiste de candidatura, vereador Gilmar Santos emite nota de apoio

Marília tem forte apoio em Petrolina (Foto: Arquivo Pessoal/Gilmar Santos)

Apesar da decisão do PT Nacional em se aliar ao PSB, a vereadora do Recife e pré-candidato ao Governo do Estado, Marília Arraes não desistiu de disputar as eleições de outubro. Segundo o Diário de Pernambuco, Marília vai bater de frente com as executivas estaduais até domingo, data limite para a realização da convenção partidária.

Na quarta-feira (1º) a cúpula nacional da legenda aprovou a resolução para retirar sua pré-candidatura em Pernambuco por 17 votos a oito. A executiva estadual acatou essa decisão, porém Marília resistiu às pressões de ambos os lados e rejeitou apoiar o palanque do governador Paulo Câmara (PSB).

LEIA TAMBÉM:

Marília Arraes reafirma sua pré-candidatura ao Governo de Pernambuco

Encontro do PT nacional deve confirmar retirada de Marília Arraes das eleições

Ainda ontem ela convocou uma coletiva de imprensa, onde reafirmou sua luta. “É uma candidatura que é da base do PT, é uma candidatura que hoje tem apoio maciço da população. Marília Arraes não tem direito de recuar sua candidatura”, disse a vereadora.

Um dos principais apoiadores de Marília em Petrolina, o vereador Gilmar Santos (PT) se pronunciou pelas redes sociais sobre a decisão do partido. Em nota, ele destacou a necessidade de resistir e lutar pelo projeto popular.

Confira a íntegra da nota de Gilmar Santos:

A luta nunca foi tão necessária para aqueles que não aceitam golpes contra a classe trabalhadora. O PT é um instrumento dessa luta e não pode ser usado, manipulado, por quem tem meros compromissos particulares e eleitorais.

Defender o nome de Marília é resistir contra forças internas e externas ao PT que não aceitam um PE com projeto popular e efetivamente democrático. Defender esse projeto é dizer sim à força da militância e de tanta gente que assume lutas históricas nesse Estado.

É com imensa indignação que tomamos conhecimento da resolução Diretório Nacional do partido contra as mobilizações que defendem o nome dessa corajosa companheira. Continuaremos a nossa luta por maior coerência e compromisso do partido com essa luta que é todxs que se colocaram nas trincheiras de combate às violências promovidas pelo golpismo. Marchemos em resistência! Pelo bom combate, o Mandato Coletivo está com Marília e com a militância petista!

Gilmar Santos

Deixe uma resposta