Meia Maratona da Fruticultura Irrigada é marcada por alto índice técnico dos atletas participantes  

(Foto: Divulgação)

A 4ª edição da Meia Maratona da Fruticultura Irrigada foi realizada, no último domingo (8), no Núcleo 3 do Projeto Senador Nilo Coelho, em Petrolina (PE). O evento contou com mais de mil atletas representando 16 estados brasileiros, além de dois quenianos. As disputas foram nos 7 km e 21 km, masculino e feminino.

Nas provas de 7 km, a Associação Petrolinense de Atletismo (APA) levou a melhor. Marcos Silvas conquistou o ouro no masculino e Eliene da Costa no feminino. Já Na prova dos 21 km masculino, após uma disputa emocionante com Edson Amaro, o queniano Philemon Kliplagt levou a medalha de ouro. No feminino, o primeiro lugar ficou com Marily dos Santos.

Para o treinador da APA, Marciano Barros, o destaque da competição foi o alto nível técnico dos atletas. “A avaliação é muito positiva. Graças a Deus superou as nossas expectativas, principalmente de público. Nós tivemos mais de mil pessoas participando do evento, Conseguimos ter durante a prova um índice técnico muito forte, as pessoas ficaram muito empolgadas em ver atletas da África correndo aqui na nossa região, disputando com os nossos atletas, então ficamos felizes com o resultado e com a prova”, disse Marciano.

A participação da comunidade local também marcou o evento. “Nós trouxemos aquela comunidade do N3, em torno do N3 e do N1 que vieram para a rua assistir o nosso evento. Foram pouco mais de duas horas e meia. Todo o percurso estava fechado, então trouxe as pessoas para a rua para assistir, foi uma coisa bem bacana”, comemorou Marciano.

Deixe uma resposta