Migração de abelhas para zona urbana de Juazeiro é provocada por mudanças climáticas

Abelhas estão migrando para zona urbana (Foto: TV Bahia/Reprodução)

A migração das abelhas do interior a sede de Juazeiro foi destaque no Bahia Rural do último domingo (18). A matéria, veiculada a nível estadual, destacou as capturas dos enxames e também os fatores que influenciam na ida dos insetos a zona urbana.

As abelhas são do tipo africanizadas, resultado do cruzamento da africana com a europeia. Ou seja, são dos tipos defensivas e atacam para se defender. A migração para a zona urbana é reflexo das mudanças climáticas, somada à degradação ambiental da caatinga.

“Pode ser uma consequência do desmatamento, o impacto é óbvio. Nós temos o risco humano e animal. E nós podemos ter um impacto sobre as abelhas, porque em várias situações os enxames precisam sofrer intervenções”,  explica a bióloga do Centro de Conservação e Manejo de Fauna (Cemafauna Caatinga), Aline Andrade.

O Corpo de Bombeiros registrou 30 ocorrências apenas em setembro. O 9º Grupamento do Corpo de Bombeiros (9º GBM) atua no suporte das remoções, que é feito pela ONG Abelha Viva e da Prefeitura de Juazeiro.

Deixe uma resposta