Miguel Coelho pronto para o desafio!

Miguel Coelho (PSB) e Luska Portela (DEM), respectivamente prefeito e vice-prefeita de Petrolina.

Hoje é dia de festa, da realização de um ‘sonho de criança’ como afirmou Miguel Coelho (PSB) durante a campanha, sobre o desejo de governar Petrolina. Miguel chega à prefeitura dez anos após o seu pai ter passado o município para gestão de Odacy Amorim, para assumir a secretaria de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, no primeiro mandato de Eduardo Campos em 2007.

De lá para cá muitas coisas aconteceram. Fernando foi para o PSB, não abraçou a candidatura a prefeito de Gonzaga Patriota (PSB) em 2008, Odacy também tirou o corpo fora por não ter logrado êxito no bate chapa de Patriota, apesar de afirma ter votado no deputado. A realidade é que tanto Fernando quanto Odacy liberaram seus eleitores que votaram em massa em Julio Lossio, garantindo o primeiro mandato do peemedebista.

Em 2012, um novo racha no PSB local, com a saída do partido de Odacy Amorim, candidato à época pelo PT, favoreceu à reeleição de Lossio, mesmo disputando com o deputado Fernando Filho (PSB), que tinha o apoio naquele momento importante do pai ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra.

Agora, apesar de não contar com apoio dos deputados Gonzaga Patriota e Lucas Ramos, que não subiram no palanque durante a campanha, mas deixaram suas lideranças à vontade para apoiá-lo, Miguel tem a chance de realizar um mandato mais tranquilo e consolidar de vez a poder do seu partido em Petrolina.

A posse de Miguel Coelho acontece hoje no Teatro Dona Amélia, do Sesc, às 17:30 horas, de lá o prefeito segue para prefeitura e já promete arregaçar as mangas nesta segunda-feira (02), para começar a tomar conhecimento de fato da real situação financeira da prefeitura, já que o período de transição foi meio conturbado.

Deixe uma resposta