Miguel nega “rebeldia” e afirma que reabertura do comércio em Petrolina foi autorizada pelo Governo do Estado

Comércio inicia Fase 1 da retomada (Foto: Cortesia)

Junho começa com a reabertura gradual do comércio em Petrolina. Mas alguns petrolinenses ainda estavam em dúvida sobre o plano municipal, já que ainda na sexta-feira passada o Governo do Estado negou ter autorizado a retomada das atividades comerciais.

LEIA TAMBÉM

Movimentação no Mercado Turístico de Petrolina ainda é pequena nessa segunda-feira

Apesar de decreto do Governo do Estado reabertura das atividades econômicas está mantida em Petrolina

URGENTE: Decreto mantém restrições em praias e parques de Pernambuco; escolas seguem fechadas

Para colocar os “pingos nos is” o prefeito Miguel Coelho (MDB) foi entrevistado no Bom Dia Pernambuco hoje (1º) e esclareceu os fatos. “Todas as nossas decisões têm sido combinado com o Governo do Estado. Na última quinta-feira conversei com o governador Paulo Câmara, mostrei os números da saúde, mostrei o nosso Plano de Reabertura, não só a ele, mas a equipe dele que está a frente do Gabinete de Crise”, disse.

Comum acordo

Segundo o prefeito, na reunião da semana passada o Estado autorizou a retomada. “Foi autorizado a gente fazer esse anúncio na última sexta-feira, de iniciar esse processo de flexibilização a partir de hoje, 1º de junho. O Governo do Estado [pretender] fazer uma reabertura comercial regionalizada“, destacou Miguel.

De acordo com o prefeito, houve uma redução de 23% nos casos em Petrolina, os leitos intermediários estão com menos de 30% da ocupação. Isso embasa a retomada gradual do comércio. “Não vejo nenhum tipo de rebeldia ou de fazer algo contrário [ao que manda o Estado]”, finaliza.

Deixe uma resposta