Ministro das Cidades afirma que o Programa Minha Casa Minha Vida não será suspenso

MInha Casa Minha Vida Petrolina

O Progama Minha Casa Minha Vida não será suspenso, passará apenas por adaptações, afirma o ministro

O presidente interino Michel Temer(PMDB) em conjunto com o Ministério das Cidades, estão estudando a implementação de um novo modelo habitacional  e de saneamento adaptado ao  Programa atual, para contemplar aos que não têm moradia e não foram inclusos no Programa Minha Casa Minha Vida.

O ministro da Cidades, Bruno Araújo, disse que o programa será por meio de parcerias público-privadas (PPPs) e, beneficiará parcelas da população que não foi atendida pelo  Minha Casa Minha Vida e reiterou que o Programa vai continuar “firme e forte”, negando que será suspenso.

Segundo Bruno Araújo, esse reforço para a construção e entrega de mais unidades habitacionais, com perfil diferenciado do programa original, seria feito por meio de PPPs. “A iniciativa privada seria chamada para receber terrenos e construir unidades para a população. E ela (a iniciativa privada) exploraria serviços comerciais vinculados às unidades. Esse é apenas um exemplo de formas para trazer recursos da iniciativa privada a fim de prover mais alternativas de habitação e saneamento para a população”, afirmou.

Mas neste momento, disse o ministro, o mais importante é que o programa está preservado. “Da minha parte, não há hipótese nenhuma de suspensão do Minha Casa, Minha Vida, a não ser que venha por meio de alguma autorização de instituição superior que encontre fundamentos para isso. Mas não vejo essa possibilidade nem no TCU (Tribunal de Contas da União) nem em nenhum outro órgão. Até porque o programa faz bem à sociedade brasileira, à produção do emprego e à autoestima do cidadão que sonha com sua propriedade”.

Com informações Agência Brasil

Deixe uma resposta