Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Ministro italiano agradece a Bolsonaro pela extradição de Battisti

Battisti em avião para a Itália.

O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, concedeu entrevista coletiva, nesse domingo (13), para detalhar a captura e prisão de Cesare Battisti. Alguns dos presentes estavam com a bandeira italiana e o aplaudiram.

Salvini agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro por ter retirado a proteção de Battisti e colaborado para o retorno dele para a Itália. “Nossos agradecimentos a todos que permitiram essa prisão, ao novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, que tirou a proteção e a tutela [de Battisti]. Eu agradeço à polícia por dar esse presente a 60 milhões de italianos” disse.

Prisão perpétua

Na Itália, ele foi condenado à prisão perpétua e sentenciado pelo assassinato de quatro pessoas, na década de 1970, quando integrava o grupo Proletários Armados pelo Comunismo, um braço das Brigadas Vermelhas.“Ele é um assassino. Não é um escritor ou um filósofo, não é como alguns jornais o tratam até de como um livre pensador”, afirmou Salvini.

Na sua conta pessoal no Twitter, Bolsonaro postou o vídeo com parte da coletiva concedida por Salvini e agradeceu a todos que contribuíram para a captura de Battisti. “Parabéns a todos no Brasil que estiveram envolvidos no caso, na pessoa dos ministros da Justiça, Relações Exteriores e GSI [Gabinete de Segurança Institucional]”, disse o presidente na rede social.

Fonte Agência Brasil

Deixe uma resposta