Motocicletas irregulares são apreendidas em Juazeiro

Blitiz CSTT 2

A Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) de Juazeiro realizou nesta terça-feira, 16, mais uma blitz itinerante com o objetivo de coibir o transporte irregular de passageiros na categoria mototáxi bem como demais irregularidades no que diz respeito ao código de trânsito brasileiro.

A fiscalização aconteceu através dos setores de trânsito e transportes em parceria com a Guarda Municipal. “Vamos realizar essas blitz todas as semanas, sempre em dias, horários e roteiros diferentes. Essa ação é necessária porque as pessoas ainda insistem em transportar passageiros de maneira irregular pela cidade e a nossa obrigação é fiscalizar”, explicou Francisco Paulo, gerente de Transportes da CSTT.

O gerente pontua ainda que essa ação permite fazer com a população de Juazeiro seja tranquilizada a respeito do transporte alternativo, sendo informada sobre os motótaxis legalizados pelo município. Durante a blitz quatro motos foram apreendidas e encaminhadas para o depósito da CSTT por  estarem com documentos atrasados e condutores sem habilitação.

A retirada dos veículos poderá ser realizada mediante emissão e pagamento do Documento de Arrecadação Municipal (DAM) que terão os seguintes valores: primeira apreensão paga 7 VRF(Valor de Referencia Fiscal) que equivale a R$ 789,38; se for reincidente, pagará 12 VRF, equivalente a R$ 1.466,01; se for a terceira vez, o valor a ser pago será de 24 VRF, equivalente a R$ 2.706,48.

A ação leva mais segurança à população juazeirense que diariamente utiliza o transporte alternativo. “Atualmente são 700 condutores regularizados para realizar o trabalho de mototáxi, mas o número de pessoas que realizam o transporte é bem superior, sendo de fácil identificação essas pessoas que estão irregulares. Vamos intensificar semanalmente ainda mais as fiscalizações no intuito de acabar com o transporte irregular”, ressaltou o diretor-presidente da CSTT, Vilmar Ferreira.

Deixe uma resposta