“Movimento Compre do Pequeno Negócio” recebe apoio da Prefeitura de Petrolina

(Foto: ASCOM)

A Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, assume o compromisso de participar do projeto “Movimento Compre do Pequeno Negócio”. Em reunião, nesta terça-feira (18), o SEBRAE, CDL, Sindilojas, Senac e Agência do Empreendedor(AGE), discutiram algumas ações que serão realizadas em Petrolina nos meses de setembro e outubro, quando ocorrerá a ação.

A iniciativa faz parte do Movimento Compre do Pequeno Negócio, do SEBRAE, cujo objetivo é incentivar o cliente a fazer compras perto de casa, fortalecer a economia do seu bairro e estimular o crescimento de pequenos negócios em sua região. A ação tem como marco o dia 5 de outubro, Dia da Micro e Pequena Empresa.

“Estamos começando a negociar as parcerias com as instituições para que possamos realizar um grande evento em nossa cidade com a realização de seminário, consultorias, ornamentação de ruas, entre outras ações”, adiantou a gestora do SEBRAE Petrolina, Edneide Libório.

O diretor-presidente da AGE, Sebastião Amorim, também destacou a importância do apoio das entidades na realização das ações do Movimento. “O objetivo é fortalecer e desenvolver a economia local, por isso que reafirmamos a parceria com o SEBRAE e as demais instituições, pois, entendemos que o “Movimento” é mais um mecanismo de fomento e estímulo aos micro e pequenos empresários”, destacou Sebastião.

Compre do pequeno

O Dia da Micro e Pequena Empresa, celebrado em 5 de outubro, data em que se comemora a aprovação do Estatuto das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, foi escolhido para ser o grande marco do Movimento.

Todo dia é dia de comprar dos pequenos negócios, mas nesse dia, em especial, os consumidores são convidados a optarem pelo pequeno negócio na hora da compra, aquecendo as vendas desses segmentos.

A data, então, deve contar com o engajamento da sociedade e dos donos dos empreendimentos locais e de pequeno porte. O Dia da Pequena Empresa foi criado para ser um ato de cidadania.

Ao valorizar o comércio local, promove-se o desenvolvimento social, já que o consumidor ajuda no fortalecimento dos pequenos negócios e, consequentemente, há estímulo para a empresa inovar, melhorar seu desempenho, diversificar a oferta de produtos e aperfeiçoar o atendimento.

Deixe uma resposta