MST inicia desocupação de prédio do INCRA, mas assentados podem retomar protestos

(Foto: Internet)

Uma reunião nessa quinta-feira (22), entre integrantes do Movimento Sem Terra (MST) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), terminou com avanços. Dessa forma, a ocupação do prédio em Petrolina chega ao fim ainda hoje.

A informação foi confirmada pelo representante do MST, Florisvaldo Alves, em entrevista ao programa Revista da Tarde, na Rádio Jornal Petrolina. Florisvaldo revelou que uma nova reunião, na próxima terça-feira (27), com o coordenador nacional do Incra, Clóvis Figueiredo deve definir os rumos das manifestações.

LEIA TAMBÉM:

Integrantes do MST continuam na sede do Incra; atendimentos estão suspensos

“Nós estivemos reunidos com o superintendente regional do Incra aqui de Petrolina, Bruno Medrado e avançamos em alguns pontos. Terça-feira está agendada uma reunião com o superintendente nacional, Clóvis Figueiredo e vamos discutir a liberação de recursos para a aquisição de propriedades na região para atender os acampados do Pontal” informou Florisvaldo.

De acordo com o representante do MST, a principal reivindicação do MST são as terras para os trabalhadores dos Acampamentos Dom Tomás e Democracia, no Projeto Pontal. A intenção do movimento é resolver em definitivo a situação das famílias que lá vivem.

Florisvaldo não descarta ocupar novamente o prédio. “Se a pauta de Brasília não avançar, se não houver desenrolar concreto da pauta, se houver a garantia de recursos, certamente o Incra voltará a ser ocupado, não só o Incra, mas se precisar e isso será feito com muita responsabilidade, outras instituições vão receber visita desses trabalhadores.

A ocupação na sede do Incra Petrolina teve início na manhã da terça-feira (20). Enquanto prédio ficou ocupado, o atendimento no órgão foi interrompido. Por meio de uma nota oficial, o Incra informou que o atendimento será retomado nesta sexta-feira (23).

Confira a nota do Incra:

Incra do Médio São Francisco através de seu gestor, Bruno Medrado, informa que a sede da regional está sendo desocupada pelo MST e que a partir desta sexta-feira (23) o atendimento ao público será retomado normalmente. 

O encaminhamento aconteceu durante reunião entre a gestão da autarquia e os dirigentes do Movimento, que aconteceu no final desta manhã, e definiu o assentado Florisvaldo de Araújo Neris como o representante a acompanhar o Superintendente na reunião com o  diretor de Obtenção de Terras da autarquia, Clóvis Figueiredo Cardoso, para tratar da liberação de recursos para aquisição de novas áreas na região.

Deixe uma resposta