Mulheres aprendem uma profissão e ganham independência financeira em Salgueiro

As 25 alunas estudarão a modelagem básica para vestido, saia e calça;durante um período de três meses/Foto:PMS

As 25 alunas estudarão a modelagem básica para vestido, saia e calça;durante um período de três meses/Foto:PMS

Teve início esta semana em Sagueiro, sertão central, mais um módulo do curso ‘As Marias’ de corte e costura, promovido pelas secretarias municipais de Desenvolvimento Social e de Desenvolvimento Econômico. As aulas acontecem no Centro Vocacional Tecnológico.

As 25 alunas estudarão a modelagem básica para vestido, saia e calça, em 100 horas/aulas, durante três meses, com aulas duas vezes por semana.

De acordo com o prefeito Marcos Libório de Sá, o grupo que já passou por outras formações, se qualifica cada vez mais para atender aos clientes em sua plenitude. Ele explica que o objetivo, inicialmente,  é corresponder à demanda do município e, no futuro, a externa. “A área de vestimenta sobrevive a todas as crises e tem um poder de inovação muito grande, principalmente, quando se trata do público feminino”.

Uma das alunas, Bereneide de Luna Santos, contou que estava fazendo um curso similar em Recife, pagando o valor de R$ 450, mas teve que retornar a Salgueiro, por questões familiares. Logo recebeu a notícia das amigas que a Prefeitura estaria oferecendo uma formação em modelagem e o melhor de tudo, gratuita.

A aluna já havia feito o básico de corte e costura pelo mesmo programa,  no CVT, e faz muitos planos para o novo módulo. “Esse curso representa para mim e para as outras tudo porque é através dele que eu vou ter minha profissão. Vai ser meu ganha-pão para o resto da vida e quero ensinar o que eu aprender a minhas filhas e a quem precisar”.

Área têxtil – Além das 25 mulheres do grupo As Marias, o Programa PE no Batente, em parceria com a Prefeitura de Salgueiro, preparou 65 costureiras, no distrito de Umãs, e está na fase de assessoria técnica para a formação de uma cooperativa.

Já no distrito do Pau-Ferro, o Programa PE no Batente, também, em parceria com a Prefeitura, está capacitando 47 mulheres na formação básica de corte e costura.

Com uma profissão,  as mulheres são despertadas em sua capacidade empreendedora, ganham independência financeira e têm a autoestima elevada.

Com informações da Assessoria

Deixe uma resposta