“Novembro Azul”: Blog Waldiney Passos faz série de reportagens sobre a campanha e aborda diversos temas

Blog Waldiney Passos promove série de matérias sobre o “Novembro Azul”.

O blog Waldiney Passos, em comemoração aos seus três anos de existência, está promovendo uma série de matérias para falar sobre a campanha do “Novembro Azul” e chamar a atenção da população masculina para este assunto que é de grande importância, mas que ainda sofre preconceitos sobre a prevenção do câncer de próstata.

O “Novembro Azul” surgiu em 2003 na Austrália com o objetivo de conscientizar os homens, em especial, sobre doenças masculinas, com ênfase na prevenção e no diagnóstico precoce do câncer de próstata.

No Brasil, a campanha foi lançada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida com o intuito de acabar com a resistência dos homens em irem ao médico para realizar o exame de toque, responsável pela identificação, ou não, da doença e indicado para homens acima dos 45 anos.

Além do câncer de próstata, o mês é reservado para discussão de outras doenças masculinas como depressão, câncer de testículo e para cultivar a saúde em geral do homem.

Câncer de próstata

O câncer de próstata é o segundo tipo de neoplasia que mais atinge a população masculina, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), que estima 68.220 casos novos somente neste ano.

Além do câncer, outras duas doenças podem afetar a próstata: a prostatite, que é uma inflamação na região, e a hiperplasia prostática benigna, que é um aumento da próstata.

As três enfermidades podem ser identificadas através do exame de toque retal, que deve ser feita a partir dos 45 anos, principalmente para aqueles com histórico da doença na família e negros, que são mais propensos a desenvolver esse tipo de câncer.

Série de matérias

Ao longo deste mês, o blog Waldiney Passos desenvolverá uma série de matérias para abordar o assunto. Falaremos sobre a prevenção, exame, tratamento, ações realizadas em Petrolina (PE), com dados sobre os números da doença na região e, ainda, a respeito do pós-tratamento.

Deixe uma resposta