Novo decreto suspende aulas por mais duas semanas e determina multa para bancos que não adotarem medidas de prevenção à Covid-19

(Foto: Jonas Santos/PMP)

O prefeito Miguel Coelho assinou, nesta segunda (13), decreto municipal para renovar o prazo de suspensão das aulas nas escolas, creches municipais e na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais (Facape) até o dia 30 de abril. O documento orienta também que as unidades de ensino da rede privada permaneçam fechadas por igual período. A decisão levou em conta o crescimento da transmissão do Coronavírus em Pernambuco (1.154 casos e 102 mortes) e, especificamente, em Petrolina, onde foram confirmados mais dois diagnósticos, totalizando 6 ocorrências.
Além de estender a suspensão das aulas, o decreto traz orientações a agências bancárias e casas lotéricas para reduzir os riscos da Covid-19. A Prefeitura de Petrolina poderá multar e até cassar os alvarás de funcionamento desses serviços onde forem detectado riscos por adensamento de público sem o devido cuidado com a segurança sanitária. O documento recomenda que as filas nas lotéricas e bancos devem ter, no mínimo, 2 metros de espaçamento entre os clientes. Esses estabelecimentos ainda devem disponibilizar funcionários para organizar permanentemente as filas.
Segundo o prefeito, a fiscalização com a Guarda Civil e equipes da ordem pública será redobrada para evitar aglomerações sem medidas preventivas à saúde da população. “Não queremos fechar nenhum banco ou lotérica, mas com a procura maior desses serviços, o risco de contaminação cresceu nesses ambientes. Decidimos, então, determinar essas novas medidas. Se os estabelecimentos não se adequarem, teremos que ser rigorosos e até suspender o funcionamento. É um momento que o Coronavírus cresce em nosso estado, precisamos de compreensão e união de forças”, justifica Miguel Coelho.

Deixe uma resposta