“O Conselho Tutelar não está fazendo a menor fiscalização” afirma vereadora Maria Elena sobre “rolezinhos” na Areia Branca

elena

Maria Elena cobrou uma presença mais efetiva do Conselho Tutelar no bairro Areia Branca para tentar coibir prática

Uma prática comum nos anos de 2012, 2013 e 2014, que parecia ter sido banida na Avenida São Francisco, bairro Areia Branca, Petrolina-PE, os “rolezinhos” por parte dos adolescentes e pré adolescentes, voltou à tona com força total de acordo com a vereadora Maria Elena (PSB). “Infelizmente os finais de tarde e início da noite, aos sábados, têm sido palco de verdadeiros festivais de arruaças promovidos por esses jovens”, pontuou.

Maria Elena disse que apesar de tratar o assunto com contundência na Câmara Municipal, até o momento não obteve uma resposta por parte do Conselho Tutelar. “Eu queria a colaboração da imprensa, porque o Conselho Tutelar não está fazendo a menor fiscalização ou se faz, faz apenas para cumprir tabela”, criticou.

A vereadora relatou ainda que no último sábado (28), por exemplo, os protagonistas destes “rolezinhos” promoveram uma grande confusão próximo a rua da Canafístula. “Eu conversava com a polícia e ela passou várias vezes pelo local, mas quando a viatura passa a criançada corre, se esconde, quando o carro da policia se distancia um pouco eles voltam e a desafiam, uma atitude mesmo de gozação”, relatou.

Para evitar que os menores infratores depredem suas residencias alguns moradores estão colocando, inclusive, piche, óleo e até sebo nas portas de suas casas.

Um Comentário

  • Ana Paula

    6 de junho de 2016 at 09:51

    Isso mesmo vereadora, não existe fiscalização nenhuma, esses jovens além de se acharem livres para intimidar, usar todo tipo de coisa, brigar e incomodar, ainda tem mais direitos que as pessoas de bem que moram ou transitam pelo bairro. É uma situação terrível, insegurança, prejuízo, medo e insatisfação, é o que sentimos em relação a esse fato, e nada podemos fazer, porque todos os meios já tentamos, e nada resolve. Obrigada pela intervenção vereadora, esperemos mesmo que isso se resolva.

    Responder

Deixe uma resposta