Outubro Rosa: você sabia que cães e gatos também podem ter câncer de mama?

Cães e gatos também pode apresentar câncer de mama. (Foto: Internet)

De acordo com a veterinária e coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses, em Petrolina, Graziella Correia, três fatores podem estar envolvidos no aparecimento desses tumores: genético, ambiental e hormonal. “O uso de anticoncepcionais é um importante fator de risco associado à ocorrência dos tumores de mama, então é importante evitar”, frisou.

Segundo a veterinária, a castração precoce, antes do primeiro cio, é o procedimento mais indicado na prevenção da doença, aumentando em quase 100% as chances do animal não desenvolver a câncer de mama. “Além disso, ao castrar precocemente, previne-se a ocorrência de outros tumores relacionados ao sistema reprodutor, assim como muitas doenças típicas em animais que receberam aplicações de hormônios anticoncepcionais”, ressaltou.

Assim como nos humanos, a identificação pode ser por meio da observação visual ou através do toque periódico das mamas. “Aproveite o momento do carinho na barriga para a avaliação, apalpando as mamas uma por uma e entre elas. Se notar nódulos, diferença de tamanho entre as mamas, aumento de volume ou algum tipo de secreção, é necessário levar o animal ao médico veterinário para a confirmação do diagnóstico, por meio de exames clínicos e laboratoriais”, explicou.

Deixe uma resposta