Passageiros sem máscaras dentro de transportes públicos podem ser retirados pela polícia

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

A partir do próximo sábado (16), motoristas e cobradores de ônibus poderão acionar a polícia caso avistem passageiros sem máscaras. O uso do equipamento de proteção passa a ser obrigatório no fim de semana, quando o período educativo da quarentena em Pernambuco será finalizado. A informação foi dada em uma coletiva de imprensa online, realizada nesta quarta-feira (13), pelo secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua.

Acompanhado pelo secretário da Saúde, André Longo, Pádua ainda apontou que 600 profissionais de segurança irão fiscalizar a medida que será adotada por Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Camaragibe e São Lourenço da Mata. “Cobradores e motoristas também são fiscalizadores do uso das máscaras e vão orientar. Se houver desobediência, poderão acionar o policiamento mais próximo para retirar o passageiro do coletivo”, disse.

O Secretário de Defesa Social também aproveitou a transmissão para lembrar da orientação para que ônibus circulem com passageiros sentados, sob risco de multa para as empresas. Durante a pandemia, as companhias também poderão sofrer sanções caso abriguem aglomerações de mais de 30 pessoas em filas nos Terminais Integrados (TIs) para ônibus convencionais e de mais de 45 pessoas em filas para veículos articulados ou BRTs.

As medidas visam diminuir a proliferação do novo coronavírus. O estado apresentou, em boletim oficial citado na coletiva, o total de 592 novos infectados e se aproxima dos 15 mil casos confirmados para a doença.

Deixe uma resposta