Pedidos de Cícero Freire provocam discussão na Câmara de Vereadores de Petrolina

(Foto: Blog Waldiney Passos)

Os Requerimentos apresentados pelo vereador Cícero Freire (PR) durante a sessão de hoje (9) geraram bate-boca entre os membros da situação. Cícero trouxe para discussão o pedido para extinção da cobrança da taxa de iluminação pública (Requerimento nº 156/2018) e o cancelamento da cobrança da taxa de lixo (Requerimento nº 157/2018).

Ao defender suas matérias, o vereador afirmou que Miguel Coelho poderia fazer uma gestão inovadora no país. Para fortalecer seu pedido, o edil lembrou uma das conquistas do deputado federal Fernando Filho (DEM) enquanto ministro de Minas e Energia.

“Nosso deputado Fernando Filho trouxe um projeto inovador de implantação de placas solares. Com esse projeto a Prefeitura pode pedir a contrapartida do município de usar as placas, para gerar energia”, afirmou Cícero.

Ele ainda acrescentou que a taxa de lixo já deveria ser contemplada com o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). “O IPTU é para a manutenção das ruas, das avenidas. IPTU é para lixo, ou eu estou entendendo errado?”, argumentou.

No entanto, o colega de bancada, Ronaldo Cancão (PTB) não gostou dos Requerimentos. Para Cancão, os pedidos de Cícero são oportunistas. “A matéria é inconstitucional e pode vir fazer campanha contra mim, o que eu não faço é irresponsabilidade. Respeite aos companheiros, é muito fácil chegar aqui e jogar os vereadores contra o povo. Eu não faço mandato de anarquia. Eu faço mandato com a verdade “, disse Cancão.

Cristina Costa (PT) apoiou os Requerimentos de Cícero, mas disse que o prefeito não tem obrigação de acatar ao pedido apresentado pelo companheiro de Casa Plínio Amorim.

“Se fosse um projeto, com toda sinceridade, eu não votaria. Nosso papel é legislar, quem tem a chave dos cofres é do prefeito. O que ele está pedindo é que o prefeito faça isso, não é obrigado ao prefeito atender”, disse a vereadora.

Os Requerimentos foram rejeitados por 10 votos a 8, com direito a uma abstenção e recontagem de votos pela Mesa Diretora.

2 Comentários

  • Maria

    9 de agosto de 2018 at 11:56

    Avisem ao Cícero Freire que não é mérito nenhum de Fernando Filho sobre a energia solar.
    Podem ciscar, espernear, xingar, mas o mérito do incremento da energia solar e eólica se deve somente a uma pessoa: A Presidente Dilma. Os outros só se apropriaram por que estão vendo o que podem ganhar com isso.

    Responder
  • Kleber

    9 de agosto de 2018 at 13:33

    Se tirar a taxa de iluminação e taxa do lixo, a arrecadação cai e o repasse DE DINHEIRO para a câmara de vereadores DIMINUI, por isso a maioria dos Seus são contra…

    Responder

Deixe uma resposta