Pernambucano: Serrano acusa 1º de Maio de descumprir regulamento da Série A2, clube petrolinense nega

Serrano e 1º de Maio estão no meio de uma polêmica no Campeonato Pernambucano da Série A2. A equipe de Serra Talhada acusa o Azulino de não cumprir com o regulamento da competição, afirmando que o representante petrolinense excedeu o número de transferências interestaduais permitidas.

De acordo com o presidente do Serrano, André Maio, a equipe acionou o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) alegando uma sexta contratação interestadual do Azulino, sendo que pelo Artigo 4ª do regulamento são permitidas apenas cinco.

“A gente está aguardando que o TJD cumpra a lei, tendo em vista que o 1º de Maio fez seis transferências interestaduais e só pode cinco. A gente foi prejudicado porque a gente mais dois atletas aqui que eram de transferências e a gente não colocou pra obedecer o regulamento”, disse o presidente.

No entanto, o presidente do Azulino, Josué Nascimento nega que o clube tenha descumprido o regulamento. “Nós só fizemos cinco”, disse. A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) foi procurada pelo Blog, mas desde sexta-feira (28) não retornou aos nossos questionamentos.

As duas equipes estão no Grupo A, mas o Serrano já está eliminado da competição. Petrolina e 1º de Maio avançaram ao mata-mata e neste domingo (30) decidem quem fica com a liderança da chave.

Com informações da Agência CH

Deixe uma resposta