Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Pernambuco ganha mais um feriado e CDL diz que data traz prejuízos para o comércio de Petrolina

(Foto: ASCOM)

Durante todo o ano de 2018, o comércio de Petrolina deixará de funcionar por 28 dias por causa dos feriados. Os comerciantes param por cinco dias devido aos feriados municipais, outros 15 em respeito às datas oficiais do estado, e mais oito dias por conta dos feriados nacionais.

Para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), os impactos na economia, sobretudo no comércio de rua são muitos e preocupam ainda mais este ano pela quantidade de feriados que caem em dias úteis.

A partir deste ano em Pernambuco, fica decretado o dia 6 de março como feriado oficial em alusão à Data Magna do Estado. Antes, o pernambucano comemorava a data histórica no primeiro domingo do mês de março, como ponto facultativo.

A nova Lei, de autoria dos deputados Isaltino Nascimento (PSB) e Terezinha Nunes (PSDB) foi aprovada em junho de 2017, oficializando o dia como mais um feriado a nível estadual. A data marca o início da Revolução Pernambucana de 1817, considerado o primeiro movimento pela Independência do Brasil.

Para o presidente da CDL Petrolina, Manoel Vilmar, o feriado vai afetar diretamente o comércio varejista. “O período entre o Carnaval e a Semana Santa é um momento muito difícil para o lojista, e mais um feriado atrapalha esse momento que é de recuperação. Nós respeitamos a Data Magna do Estado por tudo que ela representa para a nossa história, porém, ela sempre foi comemorada em um dia que não afetava a nossa economia. Agora, com essa nova Lei, teremos um dia de trabalho a menos”, protestou o Presidente.

A entidade informa ainda, que não tem como calcular precisamente os impactos ocasionados pelo novo feriado estadual. Mas, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), no ano passado o varejo no país deixou de lucrar R$ 1,5 bilhão, por feriado. Para 2018, a estimativa de perda para o comércio com os feriados em todo o país é de R$ 22 bilhões.

Deixe uma resposta