Petrolina avança para a Etapa 10 do Plano de Convivência com a Covid-19 na próxima segunda-feira

Bruno Schwambach, Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco.

As Gerências Regionais de Saúde (Geres) com sedes em Petrolina, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro e Serra Talhada, em Pernambuco, vão ter permissão para abertura de parques de diversões, temáticos e similares, a partir da próxima segunda-feira (19).

As regiões ingressam na Etapa 10 do Plano de Convivência com a Covid-19, que permite ainda uma ampliação da capacidade do setor de eventos, que vai poder funcionar com 50% da capacidade ou, no máximo, 300 pessoas. Ao todo, 58 municípios do Agreste e Sertão poderão avançar para a nova fase.

LEIA TAMBÉM

Paulo Câmara publica decreto que autoriza cidades realizarem eventos com até 300 pessoas; Petrolina não está na lista

O setor de parque de diversões foi o último a ter liberação autorizada no Plano de Convivência, quando foram autorizados a funcionar a partir da última segunda-feira (12) na Região Metropolitana do Recife (RMR), Zonas da Mata Norte e Mata Sul, além dos municípios da Geres 4, que tem Caruaru como cidade polo.

Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, o avanço só foi possível por conta dos números positivos na redução da Covid-19 no Estado. Pernambuco está na 42ª semana epidemiológica e os os números estão em estabilização.

“58 cidades do Agreste e Sertão avançam para a Etapa 10 no dia 19 de outubro. Eles poderão realizar eventos corporativos, culturais e sociais para até 300 pessoas e também poderão reabrir parques de diversão e similares com a adoção de novos protocolos”, disse.

Os estabelecimentos poderão voltar a funcionar com 50% da capacidade de público, distanciamento social de um metro e meio nas áreas comuns e de 1 metro entre as pessoas dentro dos brinquedos. Será obrigatório também a higienização de todos os equipamentos após a utilização.

A Etapa 10 tem também como novidade a ampliação da capacidade de lotação para 50% em cinemas e teatros. Está autorizada também a venda e consumo de alimentos e bebidas, como pipocas e refrigerantes, dentro das salas de exibição nas cidades autorizadas.

Já para os eventos corporativos, culturais e sociais, a capacidade foi aumentada para até 300 pessoas ou 50% da capacidade do espaço (o que for menor). Apesar do aumento, o limite de horário permanece o mesmo, das 6h até a meia-noite.

Deixe uma resposta