Petrolina garante acesso de forma invicta na Série A2

(Foto: Agência CH)

O acesso do Petrolina foi incontestável. Melhor equipe da fase de grupos, a Fera Sertaneja somou 16 pontos em 6 partidas. Terminou a primeira fase com cinco vitórias – duas por WO – e apenas um empate. Foram oito gols marcados e apenas dois sofridos, se consolidando como melhor defesa e melhor ataque.

Na fase mata-mata a Fera Sertaneja empatou três partidas e venceu outras três. O ataque marcou 10 gols e a defesa sofreu cinco. Cinco dos gols do Petrolina na competição saíram dos pés do meia Douglas, artilheiro da equipe e tido por muitos como grande destaque do grupo.

LEIA TAMBÉM:

Petrolina vence Centro Limoeirense e volta à Primeira Divisão do Pernambucano

Com a conquista de domingo (4) o Petrolina levou seu terceiro título da Série A2, o primeiro veio em 2002 e o segundo em 2012. A Fera é, ao lado do Vera Cruz, a equipe que mais conquistou a Segunda Divisão. Pedro Manta, treinador multicampeão soma mais um acesso na sua carreira, chegando a seis.

Após a vitória por 3×0 contra o Centro Limoeirense, Manta conversou com a nossa equipe e comemorou o título. “O grupo todo foi forte, bastante unido e determinado. Entenderam minha leitura e compraram a ideia. Esse título veio para todos, ta aí a Fera voltou pra Série A”, disse.

A Série A1 começa em janeiro de 2019, com a participação de 10 equipes. Os dois últimos colocados serão rebaixados para a Segunda Divisão. Petrolina será o único representante da cidade na competição, o 1º de Maio disputou a Série A2 desse ano, mas foi desclassificado após uma escalação irregular.

Deixe uma resposta