Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Petrolina: Vereador Elias Jardim reclama de projeto do plano diretor nunca ter chegado à Câmara Municipal após gasto de R$ 5 milhões

O parlamentar lembrou que o projeto depende da Codevasf para seguir, o que tem dificultado a atuação da prefeitura na região. (Foto: Blog Waldiney Passos)

O vereador Elias Jardim (PHS) chamou a atenção dos parlamentares da Câmara Municipal de Petrolina para a situação do plano diretor do Projeto Senador Nilo Coelho. Segundo o edil, há quatro anos e meio foram feitas plenárias para discutir o projeto, foram gastos R$ 5 milhões e o projeto nunca chegou à Casa Legislativa.

“Em 2012 a Codevasf contratou uma empresa chamada Projetec para elaborar o plano diretor de toda a área de irrigação na parte das vilas e também das estradas para que fosse repassado para a prefeitura quando o plano fosse concluído. Foi feito um evento pelo ex-prefeito Júlio Lossio, na época, e foi gasto a faixa de R$ 5 milhões com esse plano diretor. Foi repassado para a prefeitura esse projeto, mas nunca chegou nessa casa”.

O parlamentar lembrou que o projeto depende da Codevasf para seguir, o que tem dificultado a atuação da prefeitura na região. Por exemplo, a operação ‘tapa-buraco’ não está acontecendo no local porque não há como fazer convênios, segundo Elias.

“O projeto continua dependendo da Codevasf, pois a área é toda federal. A gente sabe da dificuldade que está tendo quem precisa usar as estradas, todas danificadas. Quando a gente procura a prefeitura tem dificuldade em fazer o ‘tapa-buraco’ porque depende de recurso próprio, não tem como fazer convênio. Ali é muito importante para escoar a produção dos colonos, dos produtores do Nilo Coelho e a gente não pode ficar calado diante daquela situação”, disse.

Deixe uma resposta