Petrolina: vereadora Cristina Costa emite nota de pesar pelo o assassinato da professora Kezzia

(Foto: Redes Sociais)

A vereadora Cristina Costa (PT), Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara de Vereadores de Petrolina, emitiu nota neste domingo (12), lamentando o assassinato da professora Kezzia Homeilly. O fato ocorreu na noite de ontem, sábado (11), na rua 8 do bairro Jardim Amazonas, na Zona Norte da Cidade. Kezzia foi assassinada com 14 facadas por seu ex-companheiro, que não aceitava o fim do relacionamento.

Leia na íntegra a nota da vereadora Cristina Costa – Comissão da Mulher.

“Nesse sábado (11), mais uma notícia nas manchetes policiais que como mulher, negra, parlamentar, presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, não gostaria de compartilhar. A morte de Kezzia Homeilly, de 32 anos, vítima de feminicídio. O companheiro de quem, segundo os vizinhos, ela já estava separada e ele não aceitava o fim do relacionamento. Esse homem possessivo, matou Kezzia com 14 facadas, sem dar a ela, qualquer chance de defesa. Com crueldade e sem misericórdia.

Esse crime bárbaro, aconteceu na Rua 8 do bairro Jardim Amazonas, em Petrolina. O acusado foi preso no local, depois de argumentar que matou a companheira, porque passou o dia procurando por ela e não a encontrou. Essa foi a justificativa para tirar a vida de uma mulher. O sentimento de posse. O machismo sem fim.

Enquanto presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Petrolina, com os demais pares, vou acompanhar o caso, para exigir a punição justa para o assassino de Kezzia. Somos mulheres, não objetos! Fim ao machismo que fere e mata!”

Cristina Costa – Vereadora e Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher

Deixe uma resposta